25/11/2021

Foi autorizada a redução do intervalo entre a publicação do edital, para o certame realizado pelo IBAMA, e a aplicação da prova. A partir de agora, o intervalo entre as duas etapas será de dois meses. O mesmo aconteceu com o certame do ICMBio. A portaria autorizativa foi publicada no Diário Oficial da União desta quinta-feira, 25 de novembro. 

Confira documento na íntegra 

O documento está assinado pelo secretário especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital da pasta, Caio Mário Paes de Andrade.

O concurso IBAMA está em fase final de escolha da banca organizadora. Segundo informações do órgão, nos próximos dias uma das empresas concorrentes já deverá ser anunciada. A expectativa é de que sejam ofertadas 568 vagas para os cargos de Analista Ambiental, Analista Administrativo e Técnico Ambiental.

As provas para a seleção devem ocorrer 60 dias após o edital, ou seja, dois meses.
A portaria entrou em vigor desde o ato da publicação.

Entenda a alteração do prazo

O prazo legal entre edital e provas é de quatro meses, mas, em muitos casos, as seleções são extensas e a necessidade de contar com os servidores o mais rápido é grande. Por este motivo, essa redução tem sido bem comum nos últimos anos entre órgãos do governo federal.

Os órgãos interessados fazem um pedido ao Ministério da Economia e trazem justificativas para que o prazo possa ser reduzido para 60 dias, ou seja, dois meses.

Por isso, supondo que o edital saia em dezembro, as provas consequentemente serão em fevereiro, e assim sucessivamente.

Isso agiliza as etapas e faz com que o concurso tenha o seu resultado publicado mais rapidamente. Logo, o órgão contará com seus servidores o quanto antes.