15/05/2019

Conselho da Justiça Federal autorizou as vagas para técnico e analista no início do ano.

A assessoria de imprensa do Tribunal Regional Federal da 3º região confirmou que o Conselho da Justiça Federal (CJF) autorizou o provimento de 69 vagas para os cargos de técnico e analista. O Tribunal atende aos estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul e seu déficit de pessoal já chega a quase 300 cargos vagos.

 

Foi informado também que já há estudos acontecendo no setor de Gestão de Pessoal sobre a viabilidade do concurso. O edital não tem previsão de publicação, mas a expectativa no órgão é de que seja publicado até o fim do ano.

 

Um dos fatores do grande número de vacância no TRF3 é o número exagerado de aposentadoria que estão surgindo. Segundo o portal de transparência, o número de cargos vagos em São Paulo é de 274 distribuídos em: 103 de analistas e 171 de técnicos, no Mato Grosso do Sul o número é menor sendo 17 ao todo e 7 de analistas e 10 de técnicos.

Remuneração TRF3.

Os analistas do Tribunal podem ganhar entre R$ 5.189,71 e R$ 7.792,30 de salário básico. Os benefícios somados ficam entre R$ 2.257,53 e R$ 3.935,12.  Já a remuneração mensal fica entre R$ 7.265,59 e R$ 10.909,22.

Os técnicos recebem a remuneração básica entre R$ 3.163,07 e R$ 4.749,33. Somando os benefícios, ficam entre R$ 1.107,07 e R$ 1.662,27. Ao todo, a faixa salarial é de R$ 4.428,30 e R$ 6.649,06.

Último concurso.

O último concurso para o TRF3 foi em 2013. O edital oferecia 260 vagas: 125 para analista nível superior e 135 para técnico nível médio. A Fundação Carlos Chagas - FCC foi a banca organizadora.

 

As vagas para Analista eram para:

- Área Judiciária na Especialidade de Oficial de Justiça Avaliador Federal e sem especialidade.

- Área de Apoio Especializado, com especialidades em: Arquivologia, Biblioteconomia, Contadoria, Engenharias Civil e Mecânica, Informáticas Básica, Banco de Dados e Infraestrutura, Medicina em Cardiologia, Ortopedia e Psiquiatria, Psicologia do Trabalho e Serviço Social.

 

A remuneração inicial para as vagas era de R$ 7.566,42 e os pré-requisitos eram diploma de nível superior, com especialização e tempo mínimo de atuação, dependendo da área.

 

As vagas para Técnico eram nas áreas:

- Administrativa básica e com especialização em Segurança do Trabalho e Transporte e Telecomunicação e Eletricidade.

- Apoio especializado em Contabilidade, Enfermagem e Informática.

 

A remuneração inicial era de R$ 4.635,03 e os pré-requisitos eram diploma de nível médio e em curso técnico, além de tempo de atuação, conforme a especialidade. Para segurança do trabalho e transporte, era necessário CNH C ou superior.

 

Para conferir mais detalhes dos pré-requisitos e do conteúdo da prova confira o edital desse concurso.