5 passos para criar um Plano de Estudos

5 passos para criar um Plano de Estudos

Uma das coisas mais difíceis para os concurseiros é montar um bom e eficiente Plano de Estudos. Nessa hora surgem perguntas que parecem não ter respostas, como: quantas horas estudar para cada matéria? Quando estudar?

Hoje o blogpost é um passo a passo eficiente para ajudar você a montar um plano de estudos organizado, com o que realmente precisa e conseguirá seguir. Antes das dicas é importante ter a consciência de que o plano de estudos deve se encaixar na sua rotina.

Se o cronograma do seu plano de estudos não conversar com as atividades e compromissos que já fazem parte da sua rotina, torna-se quase impossível alcançar as metas propostas nele.  

Agora vamos ao passo a passo!

Passo 1 – observando a rotina.

As primeiras atividades que você deve registrar no cronograma do plano são as suas atividades, compromissos e horários livres. Se você não tem horários certos para algumas atividades, coloque no horário aproximado. Quanto mais completo o plano melhor.

Escreva seu objetivo na primeira linha do seu plano, visualizar ele ajuda a se manter motivado pelos estudos. No blogpost sobre o método SMART tem boas dicas para você definir uma meta viável e concreta.

Agrupe as atividades que você pode fazer no mesmo intervalo de tempo, é uma boa otimização de tempo. Se a sua rotina varia muito e você não consegue se programar para tudo que acontece, tente nos seus horários livres compensar o tempo que falta para concluir os ciclos, que veremos mais à frente.

Não é porque você montou o plano de estudos que precisa ser rígido e seguir o mesmo à risca. Ele serve para você se organizar e não procrastinar mais do que deve. É muito importante estar com a cabeça descansada e saudável para estudar melhor.

Passo 2 – defina horários de estudo.

Agora que a sua rotina está organizada e você consegue visualizar os horários que tem livre, chegou a hora de encaixar seus blocos de estudos. Além das horas que você destinará aos seus estudos, você pode fazer mini sessões de estudos sempre que tiver uns minutinhos vagos.

Há técnicas de estudos rápidas que você pode aprender e estudar em até 5 minutos. Aprender a usar todo o tempo a seu favor vai potencializar seus estudos. Lembre-se de anotar sempre que estudar no seu controle de estudos.

Passo 3 – que matérias estudar?

O problema da falta de horário de estudar já foi resolvido agora surge outro: quanto tempo  estudar cada matéria? Para ajudar na divisão tenho uma superdica para saber a quais tem que ser dada uma atenção a mais.

Faça em um papel um quadro dividido em três partes. Em uma parte coloque as matérias que possuem maior peso; em outra, as matérias de suporte e na que sobrar as matérias com peso normal. É interessante você fazer outro quadro com os conteúdos que você tem dificuldades alta, média e baixa.

Para definir quantas horas por média você vai estudar cada matéria, analise o ciclo de estudos. Qual o maior tempo que você tem disponível para estudar e qual o menor? Assim você pode fazer a seguinte divisão:

– matérias de maior valor ou maior dificuldade: distribuir nos horários de maior tempo livre. (ex: intervalos de 1h30)

– matérias de menor valor ou dificuldade média: distribuir nos horários moderados de tempo livre. (ex: intervalos de 1h)

– matérias de suporte ou menor dificuldade: distribuir nos horários de menor tempo livre, procure fazer mais atividades práticas e revisões direcionadas. (ex: intervalos de 30 minutos)

Passo 4 – planoflex.

É importante um plano de estudos  para o concurseiro organizar a vida social, familiar, do trabalho e agora de concursos. Mas isso não significa que você deva ser rígido com seus horários.

Se acontecer algum imprevisto não surte, fique calmo: está tudo bem! A vida é assim, às vezes ela sai da rotina e é preciso rebolar para não deixar a peteca cair.

Estudar em forma de ciclos ajuda na flexibilidade do plano de estudos. Assim, quando você não puder estudar naquela hora fixada, não precisará esperar até o próximo horário de estudo, pois você tem ciclos a cumprir e para avançar é preciso cumprir o atual.

Passo 5 – estudando em ciclos.

Para estudar em ciclos primeiro é preciso determinar o tempo total que sua etapa inicial do ciclo vai ter. Para iniciar os estudos em ciclos, você deve passar por três etapas. Na primeira etapa faça apenas com as matérias que tem maior peso no concurso. Faça o ciclo por no mínimo 21 dias e, caso não sinta confiança, repita por 30 dias.

Na segunda etapa, o tempo deverá dobrar ou aumentar proporcionalmente e as matérias de peso normal agora serão incluídas com as outras. Essa etapa deve ter a duração mínima de 30 dias e máxima de 60 dias. Use a terceira e última etapa para fazer modificações personalizadas no seu ciclo.

As matérias de suporte não são incluídas nos ciclos, mas sim no seu cronograma como revisões, simulados ou praticar atividades. Para saber quanto tempo deve dedicar para cada matéria, divida o tempo pelo número de matérias. O ciclo ajuda a criar uma rotina e hábitos de estudos.

Faça um ciclo com os conteúdos para otimizar mais ainda seus estudos.

Precisando de ajuda para se preparar para um concurso?


Deixe uma resposta