O que faz um Técnico do Seguro Social do INSS?

O que faz um Técnico do Seguro Social do INSS?

O Técnico de Seguro Social do INSS é responsável pelo atendimento ao público. Ele desenvolve a função de orientar, prestar informações aos usuários e segurados da Previdência Social. O trabalho do técnico possui grande responsabilidade no processo de atendimento. As atividades incluem: aposentadoria, salário maternidade, auxílio-doença, etc.

O técnico de seguro social também poderá auxiliar no suporte e apoio técnico especializado nas atividades do Instituto Nacional de Seguro Social (INSS).  Além disso pode participar do andamento nos recursos, analisar processos administrativos e responder ofícios. O trabalhador também poderá atuar no âmbito das unidades administrativas com gerências executivas e atualizar constantemente questões sobre a rotina do trabalho pois deverá atender o cidadão de forma correta.

Saiba mais sobre o Concurso para Técnico do Seguro Social do INSS:

Requisitos: Ensino Médio Completo
Remuneração Inicial: R$ 4.886,87
Banca Anterior: CESPE
Vagas: Pedido de concurso para 3.941 vagas
Prova: Objetiva
Edital Anterior: (CLIQUE AQUI)

É exigido muito dos estudantes que pretendem passar no concurso para se tornar um Técnico do Seguro Social do INSS. Para ser classificado nas primeiras posições o concurseiro deve, além de realizar o estudo com apostilas e frequentar o curso preparatório, ter o hábito de praticar o estudo individual. Candidatos que já passaram neste concurso e conquistaram as primeiras colocações estudavam cerca de 6-8 horas por dia, incluindo o finais de semana.

Para ajudar o concurseiro intensificar seus estudos, nós do CPC junto com um dos nossos professores, elaboramos dois simulados para ajudar na sua preparação. Estão disponíveis no nosso site, o primeiro possui 3 níveis, para quem começou os estudos agora, e o segundo é apenas de nível difícil, para quem já está se preparando um pouco mais tempo.

Conheça algumas informações sobre as questões das provas:

  1. Conhecimentos Gerais: 30% de um total de 50 questões;
  2. Conhecimentos Específicos: 30% de um total de 70 questões;
  3. Sendo o total geral de 40% das 120 questões.

O estudo antecipado ao lançamento do edital é necessário para melhorar as chances de conseguir a tão sonhada nomeação no órgão público. Após momentos de crise e inflação no país, os trabalhadores desejam e cobiçam empregos com estabilidade e segurança. Para quem quer salários altos e estabilidade financeira, os concursos públicos são a melhor opção atualmente.

Gostou do nosso conteúdo? Toda terça e quinta tem conteúdo fresquinho aqui no blog.

Deixe uma resposta