Como ser fiscal de um Concurso Público?

Como ser fiscal de um Concurso Público?

Além de fazer concursos públicos, muita gente tem dúvida de como trabalhar para ajudar em um. A função de fiscal de prova vai além de apenas observar os candidatos. O fiscal também é responsável por garantir que o atendimento aos candidatos seja rápido, ético, transparente e seguro. Além disto, ele é a primeira pessoa a chegar no local de prova e a última a sair.

E a remuneração?

Ela varia dependendo da instituição responsável pela aplicação da prova. Entre as principais organizadoras brasileiras, destacam-se a CESPE, IADES, FCC, FGV e a VUNESP.

Como eu me candidato?

Você precisar entrar em contato com o órgão organizador. Alguns deles permitem cadastro no próprio site, já outros contam com um sistema específico para a seleção de fiscais e um banco de dados próprio com uma lista de candidatos.

E mais…

Em geral, em concursos maiores, são convocados três tipos de fiscais. O aplicador da prova, que evita a fraude durante o exame; o auxiliar, que é responsável pela ata de presença; e o fiscal de apoio, que ajuda os funcionários das bancas organizadoras, investiga os corredores e banheiros dos locais de prova.

Cada banca organizadora possui regras e sistemas diferentes de aplicação de prova. Então, o ideal é que você procure a que se encaixa melhor com o seu perfil.

E os pré-requisitos?

  • Ser maior de idade;
  • Ter CPF e PIS (PASEP ou NIT);
  • Ter uma conta corrente bancária em seu nome;
  • Ter um endereço de e-mail pessoal.

Além disso, é importante ter ética, organização e ser transparente no seu trabalho. Afinal, você está lidando com pessoas que estudaram muito para fazer tais provas e vão estar ansiosas e/ou estressadas.

Gostou do nosso conteúdo? Você pode encontra tudo o que precisa saber sobre concursos públicos e muito mais no nosso blog! Compartilhe esse conteúdo com os seus amigos essa fonte de conhecimentos.

Deixe uma resposta