Como manter a motivação em concursos: 7 dicas!

Como manter a motivação em concursos: 7 dicas!

Às vezes dá vontade de jogar tudo para o alto e desistir, não é mesmo? É difícil manter o equilíbrio da vida social, profissional e deveres de casa com estudar para concursos públicos. Calma! Nem tudo está perdido. Confira algumas dicas que preparei para ajudar você a manter sua motivação em concursos públicos.

A motivação em concursos é muito importante para os estudos, ainda mais naqueles dias que você não quer saber de nada ou no momento de estudar aquela matéria que você não gosta. É pela falta dela que muitos acabam por deixar os concursos de lado. Espero que as dicas lhe ajudem a persistir no trabalho árduo que é estudar para concursos públicos.

Vamos às dicas de motivação!

1 – Autoconhecimento:

O autoconhecimento é importante, pois ajuda na hora de escolher o método de estudo, por exemplo. Estudar para concursos públicos permite que você melhore seu autoconhecimento durante os estudos.

Responder perguntas como: porque estou fazendo esse concurso público? Estou estudando pela minha família ou por mim? Vou ser feliz quando for nomeado? É um bom começo para você trabalhar seu autoconhecimento.

2 – Objetivo:

Se você ainda não traçou o seu, chegou a hora! O objetivo é o que vai manter sua motivação em alta. Por isso nada de objetivos absurdos que você não tenha como alcançar. Alguns blogposts atrás eu falei sobre o método SMART, que além de ser ótimo para estudar, seus princípios vão ajudar você a traçar um objetivo certeiro e planejado.

Quando definir seu objetivo, o escreva em vários lugares do seu campo de visão. Ter o objetivo a vista mantém a motivação em concursos.

3 – Cronograma:

Estudar para concursos públicos pode ser muito desgastante, cansativo e estressante. Para amenizar esses efeitos negativos, é importante elaborar um cronograma. Não digo um cronograma de estudo com todos os conteúdos, mas sim um cronograma com as atividades da semana. E depois sim fazer seu plano de estudos.

Nesse blogpost: Como fazer um cronograma de estudos, eu ensino com praticidade a montar um bom cronograma. Montar um cronograma não significa que você deve seguir a risca todos os horários, mas facilita a visualização dos seus horários e compromissos. No caso de aparecer algum imprevisto, você consegue reorganizar as atividades com mais praticidade.

4 – Controle de estudo:

Monitorar os avanços é algo mágico. Visualizar o seu crescimento manda a desmotivação para longe. Nesse blogpost: Controle de estudos, já ouviu falar?, eu ensino a fazer um controle de estudos bem prático!

Controlar os estudos parece ser uma coisa tão boba e é, mas causa um efeito enorme na motivação. No controle de estudos você, além de visualizar seu desempenhos nos estudos, acaba se autoconhecendo melhor também. Você mensura a evolução de sua aprendizagem em todas as matérias.

5 – Recompensas:

Defina mini metas diárias, semanais ou mensais e uma recompensa para cada uma. Não precisa ser algo grandioso: vale um chocolatinho, uma roupa que você quer a um tempo, uma massagem, um dia livre… invente recompensas.

Psicólogos afirmam que, com as recompensas, nosso cérebro encara mais facilmente as metas, atingindo o objeto mais rapidamente.

6 – Resiliência:

Ser resiliente é entender que está tudo bem, mesmo dando errado. É mudar a perspectiva sobre os fatos. Resiliência é saber adaptar-se sob as circunstâncias e buscar mudança, se for preciso.

Terça-feira eu fiz um blogpost todinho sobre esse assunto. Confira: Resiliência nos estudos: saiba como aplicar!

7 – Leia, escute, vibre. Seja motivação!

Cerque-se de tudo que seja motivacional. Procure livros, músicas, mude seus pensamentos. Pare de achar que tudo vai dar errado ou que a matéria é muito difícil. Respire! Busque alternativas. Seja positivo.

Existem algumas páginas motivacionais no Facebook e Instagram. Comece a acompanhá-las, ligue as notificações quando a desmotivação aparecer.

Outros blogposts que você vai gostar:

Deixe uma resposta