Como estudar para concurso: Método de Estudo 1

Como estudar para concurso: Método de Estudo 1

Vamos conversar abertamente sobre como estudar para concurso? Planejar os estudos não é apenas distribuir as disciplinas e conteúdos do edital em um calendário estático. Até porque como vimos nesse blogpost, esse método nem sempre dá certo.

Envolve analisar o peso de cada disciplina, a quantidade de questões na prova, o tempo que precisará cada uma, quais são as suas habilidades (pontos fortes) e deficiências (pontos fracos). Essa análise preliminar é crucial para definir o seu planejamento e qual o melhor método de estudo.

Caso pense que ter métodos de estudos significa baixar um modelo de calendário e ir distribuindo as disciplinas dia a dia, até esgotarem os conteúdos está enganado.

E mais: se você insiste em estudar uma disciplina inteira e depois partir para outra, está começando justamente como não deve.

Mas por quê? Ao estudar uma disciplina inteira, você corre o risco de não estudar todas as disciplinas.

Sim! Isso mesmo! Pense comigo: você colocou no seu lindo calendário semanal português de “cabo a rabo”. Depois RLM. Depois direito administrativo, informática, direito constitucional, etc. Só que determinado dia você não estudou um tópico de português.

Daí “empurrou” tudo para a frente. E então, isso acontece de novo, afinal a Netflix é um enviado do mal colocado no nosso sagrado caminho da aprovação para nos levar à luxúria de emendar um episódio no outro (maldito “seu próximo episódio começará em 5 segundos!).

E aí, meu amiguinho, a bola de neve começou a rolar.

Como tudo que pode dar errado certamente dará, segundo Murphy, o edital vai ser publicado com pouco tempo até a prova. E aí? Chora, me liga, implora… quem sabe eu vou te salvar?

Deixe essa sofrência de lado e use o ciclo de estudos!

Como eu uso o método de estudo?

Planeje estudar para concurso no modo que as disciplinas façam rodízios por dia. Assim, caso as forças das trevas das maratonas cruzem seu caminho, você, pelo menos, terá visto várias disciplinas e não vai zerar, né? Ainda, poderá sempre redistribuir seus horários “compensando” e estudando mais tópicos em um dia e menos em outro! Viste?

Outro detalhe bem picante: divida seu tempo entre estudo ativo e passivo (teremos um texto para isso, claro) e, evidentemente, escolha criteriosamente qual curso será o seu parceiro nesta jornada.

Parceiro de jornada?

Sim! Isto mesmo. Não basta apenas a postagem de vídeo aulas. Que tipo de assessoria e de cuidados você precisa para passar no concurso, além das aulas?

CPC é reconhecido entre os concurseiros pela atenção e cuidado que vai muito além da sala de aula. Pesquise pela hashtag #preparaecuida e veja quantos programas e ações especiais que vão muito além de preparação convencional o CPC oferece!

Professora Taís Flores

 

Deixe uma resposta