Banca FGV: 5 dicas práticas para detonar nas provas!

Banca FGV: 5 dicas práticas para detonar nas provas!

Saiba mais sobre a banca FGV Concursos e aprenda 5 dicas simples para perder o medo da organizadora e arrasar nas provas. 

Em 2019, só dá ela. Este ano, vários concursos serão executados pela Fundação Getúlio Vargas, a respeitada banca FGV Concursos. Responsável pelo próximo concurso TJ/RS Oficial de Justiça Classe O e pela próxima seleção do IBGE, a FGV é conhecida por aplicar, há anos, o exame de ordem da OAB. Por isso, este blogpost é especial para você que quer saber como estudar para as provas da banca FGV. Bora?!

Temida por muitos, a banca tem características bem específicas. Como já falamos brevemente aqui no Blog, suas provas exigem um bom nível de interpretação do candidato. No entanto, uma boa preparação pode fazer a diferença na hora de prestar concursos da organizadora. Afinal, conhecer o estilo das questões aumenta consideravelmente a chance do candidato ir bem na prova.

Conhecendo a banca FGV

Nos últimos tempos, a banca vem se destacando por executar concursos de tribunais. Mas,  em geral, as provas da FGV contemplam questões de múltipla escolha, com cinco alternativas. Por outro lado, as disciplinas exigidas dependem de cada edital e o modelo de prova varia de acordo com o órgão.

Entre as disciplinas recorrentes estão: Língua Portuguesa, Raciocínio Lógico-Matemático, Direito Constitucional, Direito Administrativo e Informática. No entanto, as matérias podem depender do cargo e do órgão e algumas características podem assustar candidatos. 

Dicas práticas para estudar para as provas

Agora que você já sabe um pouquinho mais sobre a banca, separamos cinco dicas práticas. Sim, cinco dicas bem simples para você eliminar o medo da FGV e detonar no concurso.

01. Estude com antecedência: não deixe para depois!

Ficou sabendo que a banca do seu concurso será a FGV? Então comece logo a estudar. Ou seja, se puder, não espere o edital chegar para se preparar. Sabe por quê? Sabendo qual é a banca, você já tem uma ideia de como descobrir o estilo das questões. Além disso, quando o edital for publicado, você terá, no máximo, três meses até a aplicação da prova.

Segundo, a FGV é uma banca temida por muitos. Suas questões exigem um estudo amplo e um conhecimento prévio sobre o estilo da organizadora. Dessa forma, o segredo para sair na frente é treino. Aliás, esse é um assunto para a próxima dica!

02. Conheça o estilo da banca: provas anteriores!

Especialistas são unânimes quando o assunto é banca: conhecer o estilo da organizadora é fundamental. Ou seja, é preciso saber como a FGV aborda os conteúdos previstos no edital. Uma das características, que falamos melhor daqui a pouco no Blog, são enunciados mais longos. Ou seja, é preciso ter um bom nível de interpretação. 

Uma das recomendações é conhecer as provas anteriores da banca. No site da FGV, você pode acessar os exames na área de concursos realizados. Você pode baixar e conhecer o estilo das questões para já ir se familiarizando com o texto. Aliás, outra dica bacana é ficar ligado no canal dos Aprovadores do Youtube. A prof Taís Flores apresentou uma live especial sobre as provas da FGV dia desses. 

Provas da banca FGV são assunto de live com a prof Taís Flores.

03. Faça muitas questões: simulados focadas na banca!

Agora que você já sabe que a FGV será a banca, é hora de intensificar a resolução de questões. Sim, faça muitas questões focadas na organizadora. Por exemplo, o CPC Concursos lançou um curso de Assertivas para as matérias de Direito Constitucional e Legislação Administrativa. Logo, essa é uma oportunidade para quem vai fazer o concurso do TJ/RS Oficial de Justiça sair na frente.

Mas, por que é tão importante fazer as questões? Porque as questões ajudam você a descobrir quais são suas prioridades, pontos fracos e pontos fortes. Dessa forma, fica mais fácil organizar os assuntos abordados nos exercícios – isso pode ser visto no próprio conteúdo programático do edital – conforme as dificuldades sentidas ao longo da preparação.

04. Busque conteúdo atualizado sobre a FGV

Quais assuntos são recorrentes em provas da banca FGV? Você sabe? Não?! Pois essa é uma boa dica para descobrir ao resolver questões. Porém, é preciso ter uma atenção especial à atualização do material, ou seja, conteúdo de qualidade. Por exemplo, leis seguidamente passam por atualizações, então é preciso estar ciente delas.

Os professores dos Aprovadores têm trazido conteúdos atualizados com levantamentos sobre questões da FGV, Top 5 com assuntos mais cobrados, entre outros tópicos bem recorrentes. Por isso, estudar com quem entende de aprovação já facilita bastante sua jornada. Tá esperando o que para assinar o canal dos Aprovadores hein? Acesse aqui o novo sucesso do Youtube.

05. Não tenha medo! Simples assim…

“Não tenha medo de errar, pois você aprenderá a não cometer duas vezes o mesmo erro” é o que diz uma frase bem popular atribuída a Theodore Roosevelt (1858-1919). Ou seja, por mais que a FGV seja uma banca temida, isso não é motivo para desistir. Por que falamos sobre isso? Porque é comum muitos concurseiros sentirem bastante medo ao conhecerem o estilo de algumas questões da FGV. 

Porém, quanto mais treino, melhor será seu desempenho. Faça simulados, calcule o tempo que usa para resolver as questões. Assim, seu medo vai ser eliminado ao longo da preparação. Se precisar, peça ajuda. Os professores do CPC e dos Aprovadores estão sempre a postos para auxiliar na sua jornada. Por último, não ouça pessoas negativas. Fé no seu potencial que tudo vai dar certo. Partiu estudar?! 

como-se-preparar-para-um-concurso-público

Características das provas da banca FGV

Como falamos no início do blogpost, as provas da FGV podem exigir um alto nível de atenção e interpretação dos candidatos. Sabe por quê? Porque muitas questões possuem enunciados longos e cansativos. Dessa forma, o candidato precisa estar atento ao conteúdo apresentado para não se perder. 

Além disso, banca é bem rigorosa na seleção das questões de suas provas com relação ao programa previsto. Ou seja, aproveita quase todos os itens do edital, exigindo um estudo mais amplo do candidato. Dessa forma, a banca cobra aquilo que está no edital.  

Outra característica bem recorrente diz respeito à matéria de Língua Portuguesa. Metade das questões costuma ser sobre interpretação de textos. Lembra que falamos dos enunciados longos? Pois é, a FGV vai além além da gramática, exigindo atenção e preparação ampla dos alunos.

Com relação ao Raciocínio Lógico-Matemático, o nível de dificuldade não costuma ser tão alto. Isso, se compararmos com outras matérias como Português e Direito. São recorrentes questões de matemática pura como geometria, análise combinatória, porcentagem e regra de três. 

Na parte de Direito, é necessário ter atenção à letra da lei e à doutrina indicada no programa do edital. No entanto, isso não significa que não caia jurisprudência, por exemplo. É bem importante dar uma estudada em questões de casos de tribunais para evitar surpresas e no que o órgão costuma cobrar em editais anteriores.

Saiba mais sobre a história da banca FGV

Em 1944, surgiu a Fundação Getúlio Vargas com o propósito de contribuir para a promoção do desenvolvimento econômico e social do país. Ao longo de 70 anos, se tornou uma das instituições mais respeitadas nas áreas de administração, economia, direito, pesquisa histórica e documentação. Entre as conquistas, foi a primeira instituição da América Latina a formar bacharéis em administração pública e de empresas. 

A FGV Projetos é a unidade de assessoria técnica da Fundação Getúlio Vargas, responsável pela aplicação do conhecimento acadêmico gerado e acumulado em suas escolas e institutos. É essa parte da FGV que cuida da área de concursos públicos e exame de ordem, conforme o site. 

Mais conteúdo? Temos!

Gostou do blogpost? Esperamos que sim, pois elaboramos muito com muito carinho e no melhor estilo prepara e cuida. Por isso, se você precisar de um curso que vai preparar você e cuidar da sua jornada rumo à nomeação, estamos aí! Há mais de 30 anos, o CPC vem aprovando milhares de alunos e um dos próximos pode ser você. 

cursos para concursos

2 Respostas para “Banca FGV: 5 dicas práticas para detonar nas provas!”

Deixe uma resposta